;
  • Páscoa ao redor do mundo. Já pensou como deve ser?

    São poucos os feriados longos durante o ano, ainda mais aqueles que remetem a ficar juntos da família e amigos. Aqui no Brasil, a páscoa logo nos lembra de ovos de chocolate e dos mercados com tetos enfeitados deles. Mas no momento de reunião em família, todos temos nossas tradições.

    Por tradição ou fé, muitos não comem carne vermelha e aderem ao peixe nestes dias, sendo o bacalhau um um dos principais pratos das ceias de páscoa. Mas já se perguntou como é comemorado a ceia de páscoa ao redor do mundo? Quais são os pratos mais consumidos na França, Itália ou até mesmo na Jamaica? Venha dar uma conferida.

    Cordeiro – FRANÇA

    Para as famílias francesas, a ceia da Páscoa é feita com carne de cordeiro, sendo o prato principal.

    img_cordeiro_de_pascoa_no_forno_3180_600

    Gubana – ITÁLIA

    Na Itália o prato que retrata a Páscoa se trata de um pão doce com nozes, passas, chocolate e vinho.

    gubana

    Advocaat – PAÍSES BAIXOS

    Nos Países Baixos, o prato de destaque é esta sobremesa feita a base de gemas de ovo, conhaque e açúcar. Muito popular na Holanda. – MÉXICO

    img_008106_890x594_JPG

    Capirotada

    A sobremesa mexicana é basicamente um pudim de pão. Ela tem canela, nozes queijo envelhecido e pode levar frutas secas ou frescas.

    capirotada

    Torta Pascualina – ARGENTINA

    Os vizinhos argentinos nesta data preparam uma torta de espinafre com ovos inteiros dentro dela. O prato é salgado e é consumido durante a Quaresma, quando as pessoas costumam não comer carne.

    torta-pascualina-spinach-ricotta-pie-photo

    Hornazo – ESPANHA

    Este prato espanhol é um pão recheado com ovos e salsicha.

    hornazo

    Coque e Queijo – JAMAICA

    É uma espécie de pão industrializado, vendido no mercado na época de páscoa (como o panetone no natal). O coque (ou pão) é como um bolo quente, feito com canela e frutas secas. Na Jamaica, ele costuma ser consumido com uma fatia de queijo processado, como em um sanduíche.

    75

    Ma’amoul – LIBANO

    Esta é uma sobremesa tradicional de Páscoa no Líbano. É uma massa, bem parecida com a de biscoitos, recheada com doce típico do país.

    date-maamoul_recipe

    E você? Prefere nossas heranças portuguesas e ter a ceia com o peixe ou bacalhau? Gostaria de experimentar alguma das citadas? Qual?

    Se gostou de alguma em especial, não deixe de comentar! E também desejamos a todos, feliz páscoa!

    #felizpascoa #Páscoa

    Leia mais
  • UM REINÍCIO EM BURKINA FASO

    A Gebana está ativa em Burkina Faso há 12 anos no processamento e exportação de manga seca e castanha de caju orgânica. Existem atualmente 457 pessoas trabalhando no local e 3.250 famílias agricultoras se beneficiam de vendas que têm segurança de longo prazo, de preços orgânicos e de comércio justo para seus produtos.

    No entanto, a empresa sofreu sérios prejuízos em 2017 devido a diversos fatores. “Acreditávamos num futuro e queríamos reconstruir a Gebana Burkina Faso”.

    Isso foi feito através de vendas antecipadas de produtos. Os clientes podiam ajudar comprando castanha de caju ou manga seca para receber depois de cinco anos. Esta estratégia permitirá que a empresa se desenvolva a longo prazo.

    Felizmente, juntamente com os novos e antigos investidores, os clientes comerciais e 2.841 pessoas que assinaram a iniciativa de pré-vendas, a meta foi alcançada: Gebana Burkina Faso será reabilitada e começará de novo!

    01

    02


    03

    04

    05

    06

    07

    08

    09

     

    #HistoriasGebana #BurkinaFaso

    Leia mais
  • CHEGA! Uma comunidade se defende.

    No ano de 2010, os agricultores orgânicos de Capanema, localizada no estado do Paraná, tiveram suas plantações de soja orgânica ameaçados.

    Eles aboliram o uso de pesticidas nos anos 80, pois observaram que algumas pessoas ficavam doentes após a utilização destes em suas lavouras. Porém, em 2008, suas plantações foram contaminadas por Endosulfan, mesmo eles nunca tendo usado este pesticida, e sua classificação como orgânica estava sendo questionada.

    O problema é que este pesticida era muito usado na região sul, e quando aplicado ele evapora e se espalha pelo ambiente, contaminando rios, lagos e as plantações orgânicas da região.

    illustration-phase1-pt-01_thumb_555x850

    Grandes áreas de cultura orgânica foram contaminadas por Endosulfan, comprometendo o negócio de orgânicos em Capanema. Veja a figura abaixo para entender o processo.

    illustration-phase1-pt-02_thumb_555x850

    Os agricultores então, pediram o banimento do Endosulfan para continuarem suas plantações sem ameaças. A Gebana colaborou com a divulgação de uma petição para este banimento e em 31 de julho de 2013, foi proibido o uso desse pesticida no Brasil.

    Você pode conferir essa história completa em http://www.chega.org/pt/os-fatos/

    #HistoriasGebana #AgronomosdoCapanema #Chega

    Leia mais
  • HISTÓRIAS GEBANA - AS MULHERES GEBANA - Década de 70

    A Gebana surgiu no começo dos anos 70, dentro de um grupo de mulheres que questionaram publicamente as estruturas de exportação tradicionais e exploradoras do comércio de bananas.

    img_mulheres_banana-02

    Elas perceberam que o preço da banana produzida na América do Sul e vendida na Suíça estava menor do que, por exemplo, as maçãs produzidas e vendidas apenas na Suíça, concluindo então a existência de uma exploração por trás desse comércio.

    img_mulheres_banana-01

    Decidiram comprar as bananas no mercado e vender por um preço mais alto nas ruas. Se posicionaram como as pioneiras do comércio justo na Suíça, lutando por quem produz. Na época, elas ficaram conhecidas como as “Mulheres Banana”.

    Ursula Brunner recebe o Women's Business Award 2014 da Universidade de Ciências Aplicadas de Lucerne. Ursula Brunner recebe o Women's Business Award 2014 da Universidade de Ciências Aplicadas de Lucerne.

    Assista este documentário realizado pela TV suíça na década de 70, onde mostra um pouco mais do dia a dia das mulheres GEBANA.

    Até os dias de hoje, o modo de pensamento das Mulheres Banana é o mais importante pilar para as ações da empresa, junto das reflexões sobre negócios/comércio justos da fundadora da GEBANA, Úrsula Brunner.

     

    Leia mais

4 Item(s)